Projeto de integração do São Francisco mira em fonte renovável

0
16
Energia eólica Foto: Arquivo

Por: Eduarda Barbosa, da Folha de Pernambuco

Um estudo de viabilidade para uso de energias renováveis para o Projeto de Integração do Rio São Francisco está em desenvolvimento. Equipes do Ministério da Integração Nacional e do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) estão à frente da pesquisa que deve ser entregue até o final de outubro. Através das fontes eólica, solar e hídrica, a intenção é reduzir o consumo de energia elétrica do sistema, que representa cerca de 80% dos custos da operação do empreendimento. Além disso, as energias renováveis são menos poluentes.

De acordo com o Ministério da Integração, depois do estudo concluído é que poderá ser possível colocar em prática a proposta. O material inclui análises das tendências de mercado em fontes renováveis e o levantamento técnico da região, como a geologia e o clima. Estão sendo observados também os custos de investimento e de operação para as novas tecnologias.

Segundo as estimativas feitas, uma planta fotovoltaica de um Megawatt (MW) pode economizar nove milhões de litros de água por ano. Ainda conforme a Integração, as equipes técnicas já produziram dois relatórios de diagnóstico preliminar. Os estudos são profundos porque a obra hídricaatravessa três estados do Nordeste (Pernambuco, Ceará e Paraíba) e passa por 17 cidades. O Projeto de Integração do Rio São Francisco possui 270 quilômetros de linhas de transmissão em alta tensão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here