Sisu: Aos 17 anos, estudante itapetinense é aprovado em duas federais e vai cursar Engenharia Aeroespacial em Santa Catarina

2
6031
Rian concluiu o ensino médio no ano passado. Foto: Cortesia

Por João Paulo Pereira – reporterdosertao.com

José Rian Viana Vasconcelos, de 17 anos, natural de Itapetim, no Sertão do Pajeú pernambucano, tem motivos de sobra para comemorar o resultado obtido no Sistema de Seleção Unificada (SISU). Rian foi aprovado em duas universidades federais da região Sul do país para cursar Bacharelado em Engenharia Aeroespacial.  O estudante passou na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) no Rio Grande Sul, mas foi na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Campus Joinville, onde o fera sertanejo alcançou o 1º lugar de acordo com as cotas do curso ao qual concorreu e vai dar início a um sonho que ele carrega desde criança.

“Tudo começou desde pequeno eu sempre fui apaixonado pela aviação, sempre gostei de construir e desmontar objetos para ver como funcionava. A aviação foi algo que sempre esteve comigo”, disse Rian.

Pequeno avião fabricado por Rian ainda quando criança. Foto: Cortesia

Aos oito anos de idade, o futuro engenheiro aeroespacial já demonstrava o seu amor pela aviação, quando começou a construir aeronaves de brinquedo utilizando isopor. Aos 11 anos fabricou um pequeno avião que consegue voar com auxílio de um controle remoto.

Rian é filho da técnica de enfermagem Edilene Vasconcelos e concluiu o ensino médio o ano passado na Escola Técnica Estadual Célia Siqueira em São José do Egito-PE. Em 2018, o jovem ganhou medalha de ouro na XXI Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), realizada em escolas de todo Brasil no mês de maio. Também foi um dos participantes do Programa Ganhe o Mundo do Governo do Estado e passou uma temporada estudando língua estrangeira no Canadá.

O curso escolhido por Rian ainda é recente no Brasil, estando disponível em poucas universidades do país. As dificuldades financeiras para seguir adiante abriu caminho para a solidariedade dos amigos e familiares, que unidos ajudaram nas despesas com passagens e hospedagem na cidade catarinense de Joinvile, local da nova moradia do pernambucano pelos próximos quatro anos.

“Agradeço primeiramente a Deus, depois a minha família que sempre esteve ao meu lado e me deu suporte para chegar a essa conquista, e a todos que me ajudaram. Os itapetinenses mostraram que minha família é muito maior do que eu imaginava. Sem a contribuição de todos, eu não iria conseguir ir pra lá, porque o curso que eu quero é novo no Brasil e não está disponível em muitas faculdades. Todas são longe aqui de onde eu moro”, agradeceu.

Acompanhado da mãe, Rian saiu de Itapetim neste sábado (02) para Recife e na manhã deste domingo (03), viajou do Aeroporto Internacional dos Guararapes até Curitiba no Paraná. Da capital paranaense, o jovem pega um ônibus até Joinville e deverá se apresentar na faculdade nesta segunda-feira (04).

Curso

O curso de Engenharia Aeroespacial tem como objetivo formar profissionais capacitados a projetar, construir e realizar manutenção e inspeções necessárias em veículos espaciais: satélites, lançadores suborbitais, foguetes, helicópteros e aviões. Essa área também está relacionada ao gerenciamento das atividades que ocorrem no espaço e aos sistemas de coordenação do tráfego aéreo.

(Esta matéria foi atualizada às 19h42)

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here