Time de futebol de Brumadinho perde atacante com rompimento de barragem; volante está desaparecido

0
26
Atacante Marlon morreu na tragédia (à direita, agachado, ao lado de criança. Volante Max (5º da esquerda para direita, agachado) está desaparecido — Foto: Tahiane Stochero/G1

G1 Minas

O futebol de campo de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, também foi atingido pelo rompimento da barragem 1 da Mina do Feijão, da Vale, que deixou até o momento 121 mortos e 226 desaparecidos.

Um dos times oficiais de futebol amador da cidade, o Canto do Rio Futebol Clube, perdeu o atacante Marlon Gonçalves, identificado entre um dos mortos na tragédia. O volante do time, Max Elias de Medeiros, está desaparecido. Ambos eram funcionários da Vale e trabalhavam no momento em que a barragem se rompeu.

Neste sábado (2), o velório de Marlon reuniu dezenas de pessoas em Brumadinho, em momentos de emoção e tristeza dos colegas de campo, que choravam e lamentavam a perda do amigo. Muitos deles usavam a camiseta do time no velório, em homenagem a Marlon. O caixão do atacante, que também era diretor do Canto do Rio Futebol Clube, chegou ao local carregado por familiares e coberto com a camisa do time.

“Ele (Marlon) trabalhava na área administrativa da Vale, mas todas as sextas jogava futebol conosco, nossa pelada semanal no campo que fica próximo ao rio”, disse o colega de clube João Victor de Souza Carlo, de 21 anos, que desde os 10 anos participa de partidas e “peladas” do Canto do Rio.

Segundo os colegas, devido a um problema na perna, Marlon não estava mais participando de competições, mas jogava bola com os amigos do clube todas as sextas-feiras na posição de “atacante”.

Segundo os colegas, devido a um problema na perna, Marlon não estava mais participando de competições, mas jogava bola com os amigos do clube todas as sextas-feiras na posição de “atacante”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here