Em ritmo de treino, Brasil bate Honduras por 7 a 0 em Porto Alegre

0
29
Teste não foi do nível que a Seleção queria para a Copa América, mas soube aproveitar e goleou Honduras Foto: Jeferson Guareze/AFP
Klisman Gama – JC Online
Twitter: @KlismanGama

No último amistoso antes da Copa América, o Brasil não teve dificuldades diante de Honduras, goleando o adversário por 7 a 0. Um teste com nível abaixo do que a Seleção Brasileira esperava para a preparação visando o torneio continental. O ataque fluiu bem, com boas trocas de posição e apoio de Coutinho pelo meio e Daniel Alves pela direita. Agora, o foco total está na estreia da competição, contra a Bolívia, na próxima sexta-feira, às 21h30, no Morumbi.

O jogo

O primeiro tempo começou de maneira avassaladora. Com um ritmo forte desde o início da partida, a Seleção Brasileira mostrou bastante movimentação no seu setor de ataque. Trocas constantes de posição entre Richarlison e Gabriel Jesus, além das aproximações de Coutinho e Daniel Alves, deram fluidez ao jogo ofensivo proposto por Tite. Além disso, há de se ressaltar também a fragilidade do time hondurenho, que veio para a partida com uma postura muito defensiva.

Aos cinco minutos, o Brasil abriu o placar com Gabriel Jesus, de cabeça, após cruzamento de Daniel Alves. O árbitro havia marcado impedimento, mas o VAR corrigiu e validou o tento. A pressão seguiu e aos 12, foi a vez de Thiago Silva. O experiente zagueiro completou bem, de cabeça, a cobrança de escanteio de Philippe Coutinho. O que já estava fácil, ficou ainda mais. O atacante Romell Quioto acertou um carrinho frontal em Arthur. O árbitro aplicou vermelho direto para o atleta de Honduras. Por outro lado, preocupação para a Canarinho, pois o volante foi substituído com muitas dores no local da pancada.

A pressão seguiu e aos 35, Richarlison foi derrubado dentro da área. Coutinho bateu bem e ampliou. O meia do Barcelona empolgou após balançar as redes e tentou mais duas vezes em seis minutos. Nas duas oportunidades, acertou a trave do goleiro López.

Segundo tempo

Tite resolveu fazer algumas mudanças no setor defensivo para poder observar melhor algumas outras peças, mas o ataque seguiu protagonizando a partida. No primeiro minuto, Gabriel Jesus aproveitou desvio de Richarlison e bateu na saída do goleiro. Aos 10, David Neres recebeu de Coutinho e arrancou desde o grande círculo. Ganhou na velocidade e bateu com categoria na saída do goleiro. Aos 19, foi a vez do alagoano Firmino. Após disputar a bola com o zagueiro adversário, ele saiu na cara de López e mandou uma cavadinha para marcar o sexto gol.

Sem desacelerar o ritmo, a Seleção Brasileira buscou fazer mais gols. Aos 27, foi a vez de Richarlison de deixar o dele. O “Pombo” completou cruzamento rasteiro de Everton e deu números finais à partida.

Ficha do Jogo

Brasil: Alisson; Daniel Alves, Thiago Silva (Miranda), Marquinhos (Eder Militão) e Filipe Luís; Casemiro (Casemiro), Arthur (Allan) e Coutinho (Everton); David Neres, Richarlison e Gabriel Jesus (Firmino). Técnico: Tite

Honduras: López; Crisanto, Henry Figueiroa, Maynor Figueiroa e Izaguirre (Alvarado); Garrido (Beckeles), Acosta (Chirinos), Alex Lopez (Castellanos), Romell Quioto e Elis Alberth; Roger Rojas (Jorge Alvarez). Técnico: Fabián Coito

Local: Arena Beira-Rio, em Porto Alegre

Árbitro: Andrés Cunha (URU)

Assistentes: Gabriel Popovits e Carlos Barrero (ambos URU)

Gols: Gabriel Jesus (5’ do 1ºT e 1’ do 2º T), Thiago Silva (12’ do 1º T), Coutinho (35’ do 1º T), David Neres (10’ do 2ºT), Firmino (19’ do 2ºT) e Richarlison (27’ do 2º T).

Cartões amarelos: Casemiro (BR); Rojas e Elis (HON).

Cartão vermelho: Romell Quioto (HON).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here