Mesmo sem nenhum caso registrado no município em 2019, Itapetim intensifica vacinação contra o sarampo

0
103

De acordo com a Secretaria de Saúde de Itapetim, o município não registrou nenhum caso de Sarampo em 2019. Apesar disso, a Prefeitura, por meio do Setor de Imunização da Secretaria, está intensificando a vacinação por se tratar de uma doença potencialmente fatal e em razão dos casos que vem sendo registrados no Estado de Pernambuco e em todo o Brasil.

Vale ressaltar que todas as Unidades de Saúde do Município estão realizando busca ativa de crianças que não receberam a vacina.

A vacinação pode ser realizada por meio da tríplice viral, que protege ainda contra a caxumba e a rubéola.

O sarampo é uma doença grave, altamente transmissível, podendo gerar sérias complicações que podem ser fatais, como a pneumonia e a encefalite.

“É importante que nossa população esteja vacinada para que a doença não afete a nossa cidade. O munícipe que ainda não recebeu o esquema da vacina, deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua residência para tomar a vacina ou para tirar dúvida sobre a imunização. O profissional da unidade tem condições de avaliar caso a caso a necessidade da vacinação e o número de doses”, ressalta Cléber Dílson, responsável pela Vigilância em Saúde do Município.

As unidades de saúde de Itapetim estão abertas para a vacinação, de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h, exceto feriados.

Os sintomas do Sarampo são febre com erupções na pele, acompanhadas por tosse, coriza e/ou conjuntivite.

Ao apresentar esses sintomas, o paciente deve evitar o contato com outras pessoas e procurar imediatamente a Unidade de Saúde a que pertence.

Medidas de Prevenção

• Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
• Lavar as mãos com frequência com água e sabão ou utilizar álcool em gel;
• Não compartilhar copos, talheres e alimentos;
• Procurar não levar as mãos à boca ou aos olhos;
• Sempre que possível, evitar aglomerações ou locais pouco arejados;
• Manter os ambientes frequentados sempre limpos e ventilados;
• Evitar contato próximo com pessoas doentes;
• Tomar a vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, caxumba e rubéola.

*Com informações da Ascom/Prefeitura

Fotos: Wallisson Lima

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here