Pernambuco prorroga até 15 de fevereiro as medidas de restrição contra a Covid-19

Entre as medidas estão a necessidade de apresentação de cartão de vacinação em estabelecimentos como bares e restaurantes

Por João Paulo Pereira em 28/01/2022 às 09:25:47
André Longo - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

André Longo - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

O Governo de Pernambuco anunciou, nesta quinta-feira (27), em coletiva de imprensa realizada no Palácio do Campo das Princesas, a prorrogação das medidas direcionadas ao enfrentamento da Covid-19 no Estado.

O Plano de Convivência em vigor atualmente, que iria até o fim deste mês, será prorrogado por mais 15 dias, indo até o dia 15 de fevereiro.

Entre as medidas estão a necessidade de apresentação de cartão de vacinação em estabelecimentos como bares e restaurantes e de teste negativo para a Covid em eventos com mais de 300 pessoas.

Segundo o secretário estadual de Saúde, André Longo, houve uma desaceleração nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), devido à diminuição dos casos de Influenza, mas houve aumento nos casos de coronavírus, o que motivou a prorrogação das medidas preventivas.

"Nós estávamos passando por uma epidemia de H3N2 dentro da pandemia de Covid-19 e isso está em franca desaceleração. Mas, por outro lado, a introdução da variante Ômicron da Covid-19 em nosso estado demonstra estar em franca e forte aceleração, com grande aumento de casos leves nos nossos pontos de testagem", disse.

"O resultado de testes positivos para Influenza, que estava em 16% na semana passada, está agora em 5%, ou seja reduziu a a positividade. Já a positividade para a Covid-19, que agora praticamente tudo é Ômicron, já está em 37%. A gente vai precisar da cooperação de todos, ou podemos ter mais sofrimento, mais perda de vidas", completou.

O secretário estadual de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes, afirmou que o governo espera a diminuição de casos para flexibilizar as medidas atualmente em vigor.

"Neste momento, vamos dar continuidade às regras atuais de proteção, que é a decisão mais adequada, renovando as restrições impostas nos últimos 15 dias", frisou.

Novos testes rápidos

Durante a coletiva, André Longo informou que Pernambuco possui em estoque um milhão de testes rápidos para a identificação do novo coronavírus e que mais um milhão deve ser recebido nos próximos dias.

Segundo o secretário, 234 mil unidades serão enviadas ainda nesta quinta-feira para os municípios e outros 600 mil exames, disponibilizados pelo Ministério da Saúde, devem ser repassados às cidades até meados de fevereiro.

Importância da vacinação

O secretário de Saúde reforçou o pedido para que a população cumpra as medidas de prevenção. "Pedimos a atenção e a necessidade de respeito aos protocolos e o reforço nos cuidados, com o uso correto da máscara, cobrindo boca e nariz, e a lavagem das mãos. Essas são ações que ajudam a diminuir a aceleração viral e demonstram respeito às medidas, respeito à vida, às pessoas que amamos e àqueles que estão a nossa volta", disse.

Longo também frisou a necessidade de se completar o esquema vacinal. "Destaco também a importância da vacinação. A Ômicron tem a capacidade de transmissão muito superior às outras variantes, é uma contaminação muito rápida. E a doença em não vacinados pode ter um impacto muito pior, podendo significar hospitalização e morte. Contra a Ômicron, não estar em dia com todas as doses é o mesmo de estar desprotegido", alertou.

Fonte: Por Jaqueline Fraga - Portal Folha de Pernambuco

Comunicar erro

Comentários