Dois PMs são mortos e grávida e adolescente ficam feridos após tiroteio em Camaragibe

Por João Paulo Pereira em 15/09/2023 às 12:02:54
Soldado Eduardo Roque (à esquerda) e cabo Rodolfo Silva (à direita) Â- Foto: Reprodução/WhatsApp

Soldado Eduardo Roque (à esquerda) e cabo Rodolfo Silva (à direita) �- Foto: Reprodução/WhatsApp

Dois policiais militares foram mortos e uma mulher grávida e um adolescente de 14 anos ficaram feridos após um tiroteio em Camaragibe, no Grande Recife, na quinta-feira (14). De acordo com a Secretaria de Defesa Social, os tiros foram disparados durante uma abordagem policial a um suspeito de crimes no local.

O crime aconteceu no bairro de Tabatinga. Os policiais foram identificados como sendo o soldado Eduardo Roque Barbosa de Santana, de 33 anos, e o cabo Rodolfo José da Silva, de 38 anos. Ambos eram do 20º Batalhão da PM. Os nomes das outras pessoas baleadas não foram divulgados.

Três das pessoas baleadas foram levadas para o Hospital da Restauração, no Derby, Centro do Recife. Uma delas foi o policial Rodolfo Silva, que morreu. O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), também na região central da cidade.

Outras duas pessoas, a grávida de 18 anos e o adolescente de 14 anos, seguem internados. A gestante está em estado grave e o garoto, em estado estável.

A Polícia Militar divulgou uma nota de pesar sobre o caso e disse que "lamenta profundamente" a morte dos PMs. Disse, também, que o cabo Rodolfo tinha oito anos de corporação e o soldado Eduardo, seis anos.

"Desempenharam os seus trabalhos com muita dedicação e profissionalismo em prol da segurança do povo pernambucano. [...] O cabo Rodolfo deixa esposa e uma filha e o soldado Roque deixa esposa e duas filhas. O comando da PMPE se solidariza com a dor dos familiares e amigos, que guardarão para sempre na memória, ambos os policiais militares, pelos relevantes serviços prestados em defesa da sociedade pernambucana no combate à criminalidade", afirmou.

Procurada pelo g1, a Secretaria de Defesa Social (SDS) informou que se solidariza com os familiares e amigos dos PMs e que "as investigações já foram iniciadas e seguem até total elucidação dos fatos".

Fonte: G1 PE

Comunicar erro

Comentários