Saiba como funcionam os testes para detectar a covid-19

Por Daniel Mello - Ag√™ncia Brasil Para identificar as infecções causadas pelo novo coronav√≠rus, dois tipos de teste são mais usados: os que identificam se o corpo j√° teve...

Por João Paulo Pereira em 06/07/2020 às 08:45:23

Por Daniel Mello - Agência Brasil

Para identificar as infecções causadas pelo novo coronav√≠rus, dois tipos de teste são mais usados: os que identificam se o corpo j√° teve contato e produziu defesas contra o v√≠rus e o que determina se a pessoa est√° infectada naquele momento pelo microrganismo.

Testes r√°pidos ou sorológicos

Os primeiros são os chamados testes r√°pidos, capazes de dar uma resposta quase imediata se a pessoa j√° teve a doença. A partir da coleta de sangue, que permitir√° verificar a presença de anticorpos no soro ou no plasma do paciente, esses exames podem apresentar o resultado em at√© 30 minutos. Segundo a Ag√™ncia Nacional de Vigilância Sanit√°ria (Anvisa), √© preciso, no entanto, que o corpo tenha tido tempo de produzir as defesas contra o v√≠rus para que o exame d√™ um resultado positivo. O tempo estimado √© de pelo menos oito dias após o in√≠cio dos sintomas para que seja poss√≠vel indicar se a pessoa teve contato com o v√≠rus. O resultado √© dado por meio de uma substância reagente, que muda de cor ao entrar em contato com as imunoglobulinas (anticorpos produzidos pelo corpo contra infecções). Os testes r√°pidos para covid- 19 são os que identificam as imunoglobulinas G e M (IgG/IgM). Caso a pessoa j√° tenha tido contato com o v√≠rus, ela pode ter imunidade tempor√°ria ou resist√™ncia à doença. Como são baseadas na resposta imunológica do paciente, que pode variar de pessoa para pessoa, a Anvisa alerta que esses testes não confirmam de forma definitiva se a pessoa tem ou não a doença. A principal função desses exames √© avaliar a disseminação do v√≠rus em determinadas populações, de forma a embasar ações de sa√ļde p√ļblica.

Teste molecular

Os testes RT- PCR, por outro lado, identificam a presença de material gen√©tico do v√≠rus no corpo do paciente. A sigla em ingl√™s significa: Reação em Cadeia da Polimerase com Transcrição Reversa. De acordo com os crit√©rios da Organização Mundial da Sa√ļde (OMS), são esses testes que determinam de forma mais confi√°vel se a pessoa tem ou não covid-19. Para fazer o exame, são coletadas amostras de secreções do nariz ou da garganta do paciente. Em geral, esses testes são feitos, sob prescrição m√©dica, quando a pessoa apresenta sintomas da doença. Ele não mostra se a pessoa j√° teve a doença, como os sorológicos, mas se h√° v√≠rus vivos no corpo da pessoa naquele momento. Esse teste deve ser feito pouco tempo depois de a pessoa apresentar os sintomas. Caso seja feito muito tempo depois, em um est√°gio final da infecção, pode não haver mais traços suficientes do v√≠rus para um diagnóstico preciso. Os resultados não são imediatos. Os laudos podem demorar alguns dias para serem finalizados. O laboratório vai buscar fragmentos do material gen√©tico do v√≠rus (RNA) nas amostras colhidas do paciente. Caso esse material seja encontrado, as mol√©culas serão analisadas para determinar se pertencem ou não ao v√≠rus causador da covid-19.
Comunicar erro

Coment√°rios