Brejinho, Ingazeira, Tabira e Serra Talhada estão entre os 36 municĂ­pios com Surto de arboviroses em PE

Informações da Folha PE Dos 184 municĂ­pios pernambucanos, 36 atravessam um cenĂĄrio de surto de arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, vetor dos vĂ­rus...

Por João Paulo Pereira em 03/06/2021 às 07:38:13
Informações da Folha PEDos 184 municĂ­pios pernambucanos, 36 atravessam um cenĂĄrio de surto de arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, vetor dos vĂ­rus causadores da dengue, zika e chikungunya. Outros mais de 40 se encontram em situação de alerta, segundo dados da Secretaria Estadual de SaĂșde (SES-PE), de acordo com o Índice de Infestação Predial do 2Âș ciclo do Levantamento de Índice RĂĄpido do Aedes aegypti (LIRAa). No que compreende as gerĂȘncias regionais de SaĂșde em Afogados da Ingazeira (X Geres), e Serra Talhada (XI Geres), os municĂ­pios de Ingazeira, Tabira, Brejinho e Serra Talhada, todas no Sertão do PajeĂș, estão no Índice de Infestação Predial (IPP), em Pernambuco, elevados, referente ao 2Âș ciclo do LIRAa/LIA de 2021. Os dados foram captados em 17 de maio de 2021. A situação satisfatĂłria de risco do IPP Ă© de 1,0. A situação de alerta do IPP Ă© entre 1,0 a 3,9. A situação de risco do IPP Ă© de 3,9. Os municĂ­pios citados acima estão numa situação do IPP em 3,8. O intervalo entre as Semanas EpidemiolĂłgicas (SE) 1 e 26, que se estende de janeiro a junho, Ă© considerado a Ă©poca de sazonalidade das arboviroses. Ou seja, o perĂ­odo de maior incidĂȘncia de casos. Isso acontece por serem meses de maior volume de chuva, mas tambĂ©m de temperaturas elevadas em grande parte do Brasil. O cenĂĄrio Ă© ideal para a reprodução do Aedes aegypti, que deposita os ovos em ĂĄreas prĂłximas à ĂĄgua e aproveita o calor para a eclosão dos ovos. A Informação Ă© da Folha PE.
Comunicar erro

ComentĂĄrios