Estudante de medicina morto no Paraguai era da cidade de Tavares-PB

Por João Paulo Pereira em 18/10/2022 às 08:01:24

O estudante de medicina Anderson Hugo Pereira Félix, encontrado morto no Paraguai, estava no país h√° apenas dois meses. Ele era paraibano, natural da cidade de Tavares, no Sertão. De acordo com a cunhada dele, Rayane Adele Pereira, Anderson começou o curso à distância por conta da pandemia do novo coronavírus, e no dia 4 agosto se mudou para o Paraguai para iniciar o curso presencialmente na Universidade Autônoma San Sebastian (UASS).

Hugo Anderson tinha 29 anos e foi encontrado morto na manhã do último domingo (16), em uma estrada de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que fica na fronteira com o Brasil.

Segundo a polícia, o homem estava com uma pulseira de uma festa realizada em uma casa noturna de Ponta Porã, cidade vizinha a Pedro Juan Caballero. Nas redes sociais, horas antes do crime, o jovem havia postado registros com amigos na suposta festa.

De acordo com a cunhada de Anderson, a família soube da notícia por colegas de faculdade, que reconheceram o corpo por meio do notici√°rio local.

Antes de ir para o Paraguai, Anderson Hugo morava em Tavares, onde trabalhava como enfermeiro em um hospital municipal. Ele atuou na linha de frente da Covid-19 até precisar ir para o país vizinho continuar o curso de forma presencial.

A rotina de Anderson Hugo no Paraguai era de muito estudo. Segundo a cunhada dele, o jovem não tinha tempo para fazer outras coisas.

De acordo com o exame necroscópico, Anderson Hugo morreu em decorr√™ncia de um trauma cranioencef√°lico, produzido por um objeto contundente. O homem não apresentava outros ferimentos, aponta o exame.

O corpo da vítima foi encontrado em uma estrada, bem próximo a uma grande pedra. Até o momento, não h√° informações sobre suspeitos do crime.

Fonte: Com informações do G1 PB

Comunicar erro

Coment√°rios

Acompanhantes Universitarias