Mais de 122 mil raios atingiram Pernambuco nos quatro primeiros meses do ano

N√ļmero √© mais do que 4,5 vezes superior ao mesmo per√≠odo do √ļltimo ano. Descargas atmosf√©ricas provocaram 41% do total de interrupções no fornecimento, em 2024

Por João Paulo Pereira em 14/05/2024 às 08:58:07
Foto: João Paulo Pereira/Arquivo

Foto: João Paulo Pereira/Arquivo

Pernambuco foi atingido por 122.110 descargas atmosféricas, de 1¬ļ de janeiro a 30 de abril deste ano. O número, compilado pela Neoenergia Pernambuco a partir de informações da plataforma Climatempo, representa um aumento de 462% em relação ao mesmo período de 2023, quando 26,5 mil raios atingiram o solo pernambucano. Se comparado com 2022, o crescimento foi de 412%. Naquele ano, 29,7 mil raios caíram no Estado, apenas no primeiro quadrimestre.

As maiores incid√™ncias de raios, neste ano, foram registradas em Floresta (6.735), Serra Talhada (6.080), Ibimirim (4.809), Sertânia (4.099) e Petrolina (3.996).

Os raios provocaram 41% das interrupções no fornecimento de energia elétrica, deixaram milhares de unidades consumidoras sem o serviço e danificaram equipamentos do sistema, incluindo postes, transformadores e cabos.

"Monitoramos, de maneira ininterrupta, a questão clim√°tica em todas as regiões de Pernambuco. Nossas equipes são treinadas para atuar no menor intervalo de tempo possível quando h√° interrupção no fornecimento de energia provocado pela queda de um raio, priorizando sempre a segurança dos nossos colaboradores e da população", ressalta André Tavares, superintendente Técnico da Neoenergia Pernambuco.

Além de provocar perturbações no sistema elétrico da distribuidora, a queda de raios também pode comprometer as instalações elétricas das resid√™ncias.

"A energia contida no raio sempre procura a terra. Ao atingir uma edificação, o caminho natural que ela percorre é por meio das partes condutivas das instalações elétricas, as ferragens estruturais ou, quando existentes, os cabos e hastes específicos para essa função. Por isso, é extremamente importante que, durante uma tempestade acompanhada de raios, as pessoas retirem os aparelhos elétricos das tomadas como forma de prevenção a choques e danos nos eletrodomésticos", concluiu Tavares.

Confira as orientações de segurança:

¬∑ Busque abrigo tão logo veja nuvens carregadas no céu ou escute um trovão;

· Evite colher frutas, legumes ou verduras, abrigar-se ou caminhar perto de árvores;

¬∑ Não fique próximo a animais e nem ande a cavalo;

¬∑ Não fique próximo a cercas de arame;

¬∑ Não fique próximo a objetos met√°licos pontiagudos como enxadas, p√°s e facões;

¬∑ Não se abrigue debaixo de varandas, barracos e celeiros;

¬∑ Não caminhe em √°reas descampadas;

¬∑ Não fique parado em rodovias, ruas ou estradas;

¬∑ Não suba em locais como telhados, terraços e montanhas;

¬∑ Não tome banho em praia, rio, açude ou piscina durante uma tempestade;

¬∑ Não utilize equipamentos elétricos ligados à rede elétrica;

¬∑ Não fale ao telefone com fio ou utilizar o celular conectado ao carregador;

¬∑ Não tome banho utilizando o chuveiro elétrico.

Comunicar erro

Coment√°rios