Proibição de uso do celular teria sido o motivo que levou adolescente de 13 anos a matar a mãe, o irmão e atirar contra o pai em Patos

Policial militar reformado, o pai também foi baleado e está em estado grave em hospital.

Por João Paulo Pereira em 21/03/2022 às 10:21:09
Hospital Regional de Patos, na Paraíba - Foto: TV Cabo Branco/Reprodução

Hospital Regional de Patos, na Paraíba - Foto: TV Cabo Branco/Reprodução

Um menino de 13 anos confessou que matou a tiros a mãe de 47 anos e o irmão mais novo de sete anos no sábado (19). O pai do garoto, de 57 anos, ficou gravemente ferido. Segundo o depoimento, ele cometeu o ato infracional porque a família o proibiu de usar o celular para jogar e para conversar com os amigos e porque era pressionado por causa de notas baixas na escola.

O menino foi apreendido pouco depois dos tiros e levado para a Delegacia de Homicídios e Entorpecentes da Polícia Civil em Patos. Seu depoimento foi prestado na presença de uma advogada e de uma parente. O delegado Renato Leite está responsável pelo caso.

Fonte: Por g1 PB

Comunicar erro

Comentários