Matheus Brito, o jovem goleiro da zona rural de São José do Egito que sonha em se tornar um jogador profissional

0
1570
Matheus Brito, de 20 anos, sonha em se tornar um jogador profissional. Foto: cortesia

No país do futebol, o desejo de se tornar jogador profissional é o sonho de muitos jovens espalhados pelo Brasil afora. Um desses sonhadores e amantes do esporte mais popular do mundo vem do Sertão de Pernambuco.

Matheus Brito dos Santos, 20 anos, morador do Sítio São Pedro, zona rural de São José do Egito, no Sertão do Pajeú pernambucano, está entre tantos outros brasileiros que buscam uma oportunidade de jogar em um clube profissional.

Filho de uma professora aposentada e de um servidor público municipal, o jovem goleiro começou a paixão pela bola desde muito cedo. No início encarava tudo como uma brincadeira. Mais tarde o que era visto apenas como uma simples diversão entre os amigos se transformou em paixão.

Com apoio do pai, um de seus maiores incentivadores, Matheus viu a necessidade de sonhar alto e acreditar que o seu potencial é capaz de superar qualquer dificuldade, que o impeça de ser feliz fazendo o que mais gosta dentro dos gramados profissionais.

“Me apaixonei por esse esporte desde muito cedo por causa do meu pai. Ele é um dos grandes incentivadores pra mim. No começo tudo era uma brincadeira, mas com o passar do tempo eu vi que poderia ser mais do que uma simples brincadeira. Foi aí que comecei a sonhar alto e acreditar que posso ser alguém no futebol. Mesmo sabendo que é difícil, sempre acreditei no meu potencial”, conta Matheus.

A primeira oportunidade do garoto surgiu em 2014 quando foi levado para fazer uma avaliação no Nacional de Patos-PB onde passou quatro meses, mas por causa dos estudos foi obrigado a deixar o clube. Segundo ele, que atualmente cursa Educação Física, naquele momento não poderia apostar tudo no futebol e esquecer a escola.

“Em 2014 surgiu uma oportunidade pra eu fazer uma avaliação no Nacional de Patos. Naquele momento eu vi que tudo poderia dar certo, não era apenas um sonho distante, eu poderia conquistar, só dependia de mim. Mas por causa dos estudos, eu fui praticamente obrigado a desperdiçar a oportunidade, porque eu não poderia apostar todas as fichas no futebol e esquecer os estudos”, diz.

Ao concluir o ensino médio em 2016, o goleiro do São Pedro ganhou mais uma chance de seguir carreira em um grande time paraibano. Através de um amigo, Matheus foi apresentado à equipe de base do Campinense Clube de Campina Grande. Lá treinou durante cinco meses. Nesse período, surgiu a oportunidade de uma avaliação no time profissional do Campinense. O atleta passou uma semana treinando com jogadores do elenco principal do Clube, que naquele ano sagrou-se bicampeão paraibano.

Matheus durante treino com a equipe profissional do Campinense. Foto: cortesia

Depois de treinar ao lado dos profissionais do Campinense, Matheus voltou à categoria de base do time, para que pudesse se aperfeiçoar mais e posteriormente retornar aos treinos na equipe principal. Só que em meio a esse tempo a sorte não ajudou. O jovem goleiro fraturou um dedo e teve que parar por um tempo. Impossibilitado de fazer o que mais gosta e com o peito apertado com saudade da família, ele resolveu voltar para casa e não retornou mais para Campina. O aprendizado e as experiências adquiridas no clube ele não esquece.

“Pra mim foi inesquecível, principalmente quando treinei com o elenco profissional. Vi que o dia a dia deles não é nada fácil, e que você tem que trabalhar pesado pra conseguir os objetivos propostos pela equipe. Pra mim foi muito bom, fiz novas amizades, vivi e aprendi coisas novas. Foi ótimo esse tempo que passei lá”, relembra.

Com passagens por diversas equipes amadoras na disputa de várias competições regionais, o goleiro Matheus Brito tem uma grandiosa história escrita nas páginas do seu currículo de jogador.

Mesmo com a idade um pouco acima da exigida para entrar nas categorias de base dos clubes profissionais, a habilidade, o talento e a força de vontade do jovem, mantêm viva a esperança de um dia comemorar a realização do seu maior sonho.

((Por Repórter do Sertão/Fotos: cortesia))

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here