Coronavírus: Pernambuco tem primeira cura clínica, confirma 31 casos e decreta estado de calamidade pública

160
Pernambuco registrou cura clínica de paciente com coronavírus — Foto: Reprodução/YouTube

Por G1 PE

Chegou a 31 o número de casos confirmados do novo coronavírus, em Pernambuco. Segundo o boletim divulgado nesta sexta (20), houve a primeira cura clínica de paciente diagnosticada com a Covid-19, doença causada pelo vírus. O governo também decretou estado de calamidade pública.

O caso de cura é o de uma idosa de 66 anos. Ela e o marido, de 71 anos, tiveram os dois primeiros testes confirmados no estado.

“A mulher com cura clínica está internada, mas já tem condições de alta. O esposo dela e os outros oito pacientes estão internados. Três estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas estão todos estáveis”, declarou o secretário de Saúde do estado, André Longo.

O chefe do setor de infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), no Recife, Demétrius Montenegro, celebrou a cura clínica da paciente e disse que, na maioria dos casos, os pacientes têm registrado boa resposta ao tratamento.

“Apesar de ter passado um período na UTI, a mulher não se encontrava em situação de gravidade, foi muito mais para vigilância. Ela desenvolveu uma infecção, que é esperado que aconteça, foi tratada e está em condições clínicas de alta hospitalar”, disse.

De acordo com o secretário André Longo, há, ao todo, 529 notificações, sendo que 289 ainda estão em investigação.

“Dos três novos casos confirmados, são dois do Recife e um de Jaboatão dos Guararapes. Por causa disso, são necessárias as medidas restritivas, de isolamento social.

Mais medidas

Ainda segundo o estado, outra medida restritiva anunciada pelo governo, com validade a partir da segunda-feira (23), é a paralisação de transporte intermunicipal de passageiros.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruto, esta ação passa passa a valer à 0h.

Ele disse que, em relação a dias normais, houve diminuição de 45% no número de passageiros do sistema de transporte do Grande Recife. Esse serviço continua funcionando normalmente.

“Isso não abrange o sistema do Grande Recife, mas apenas o transporte intermunicipal, entre a Região Metropolitana e outras cidades. Há duas exceções, que são o fretamento estritamente para atividades permitidas nas regras de isolamento social já existentes, e serviço complementar, quando autorizado pela autoridade municipal”, disse Bruto.

Além disso, três expedientes foram encaminhados, pelo governo, para votação dos deputados da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

“Estamos instituindo um fundo para o recebimento de doações para enfrentar a epidemia, um decreto de calamidade pública e, em terceiro lugar, um rito simplificado para a aquisição de equipamentos e contratação de profissionais e aquisição de equipamentos. Todas as ações estão sendo demandadas pela Secretaria de Saúde e Secretaria da Fazenda e os pagamentos serão prioridade do governo estadual”, afirmou Longo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here