Sertão de Pernambuco vive pior momento da pandemia e terá medidas mais restritivas a partir de 14 de junho, anuncia secretário de saúde

302
Secretário estadual de Saúde, André Longo, durante entrevista coletiva online - Foto: Divulgação/ SES

Rádio Jornal

Durante coletiva onine para tratar sobre assuntos da covid-19 em Pernambuco nesta quinta-feira (10), o secretário de saúde, André Longo, anunciou que o Sertão do Estado terá mais restrições a partir do dia 14 de junho. O motivo são os altos indicadores de solicitações por leitos de UTI na região.

De acordo com o secretário, o Sertão vive o pior momento da pandemia de covid-19. “Diante dos indicadores atuais, nós vamos ampliar as restrições na terceira Macrorregião de saúde. Por lá, de 14 a 20 de junho, apenas as atividades permitidas poderão funcionar. Os indicadores da terceira macrorregião caminham no sentido contrário, como se estivéssemos, nesse momento, passando o processo de aceleração para a região do Sertão. A região engloba as Geres de Arcoverde, Serra Talhada e Afogados da Ingazeira e vive seu pior momento em termos de solicitações de UTI com o crescimento adicional de 57% quando analisamos os primeiros quatro dias desta semana em relação aos quatro primeiros da semana passada”, informou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here